Comunicando com microterminal em ASP.NET

Quem já foi em supermercado e nunca viu aquelas maquininhas que o operador fica digitando? Pois é... estamos falando dela mesma. Parece ser fácil seu uso, mas quem começa a trabalhar com elas é de perder os cabelos.


Nesse artigo veremos como comunicar com um microterminal via TCP/IP e trocar informações (ida e volta). Para isso vamos utilizar o modelo da Gertec MT 720. Uma breve descrição do aparelho e seu uso (retirado daqui):

"O MT 720 é um excelente microterminal que opera em rede Ethernet com protocolos TCP-IP. Seu teclado com 20 teclas programáveis pode ser utilizado com funções específicas de atalhos para agilizar a operação.
As teclas re-legendáveis permitem a identificação da função de cada tecla. O display com back light (iluminado), com 20 caracteres por 2 linhas, permite facilmente a visualização da informação, principalmente em ambientes que possuem pouca iluminação, como bares noturnos, por exemplo.
Através de uma porta de teclado (AT/PS2) e mais 3 portas Seriais (RS-232) é possível a conexão de periféricos como: Leitor de Código de Barras, Display de Cliente, Balança, Impressora, etc.
O MT 720 é ideal para aplicações de Cartão de Consumo, soluções para Bares, Lanchonetes, Restaurantes Self-Service, Livrarias, Papelarias, apontamento de produção em Indústrias."
Na própria página do dispositivo (citada acima) tem alguns downloads de arquivos, dentre eles alguns códigos-fontes com exemplos de como fazer a comunicação bem como realizar as operações pelas quais foi criado. Um porém: só tem disponíveis nas linguagens C++, Delphi e VB (não é VB.NET).

Daí pensamos: "sem problemas! é só converter pra VB.NET a partir do VB"... Também pensei nisso e não consegui! Dando uma olhada de perto no código-fonte dá para saber que as proezas encontradas são só possíveis por artifícios que a linguagem oferece: por exemplo, ponteiros. Quem já programou em VB via a grande flexibilidade da linguagem de fazer tudo o que quer e do jeito que era mais conveniente. Maravilha! Pena que tenhamos que seguir certos padrões. Fica a dica: se não quiser perder tempo, pegue logo o código prontinho lá na página do fabricante (vem também no CD quando compra o aparelho) e utilize. De preferência use o Delphi e em seguida em VB. Se quiser aventurar vamos com C#...

Se escolheu C# siga lendo pois, em diante, veremos como fazer... Teremos os seguintes objetivos na implementação:

  1. Criar uma única aplicação que irá receber e enviar os dados;
  2. Exibir o que foi digitado tanto no microterminal quanto no monitor.


Instalação

Leia o manual do usuário aqui. Em resumo: ligue o microterminal na rede elétrica e conecte na porta traseira um cabo RJ-45 no dispositivo e a rede. Em seguida configure, no microterminal, o IP do Servidor (no meu caso, considerei minha máquina local com o IP 192.168.1.100, por exemplo). Demais configurações a seu gosto...



Implementação

Criemos um Windows Form. Coloquei alguns controles para embelezar a aplicação...



O mais importante é adicionar um objeto Timer. Os demais coloquei para gerar a aplicação final (que ficará no tray - perto do relógio - e outras coisas fru-frus). Configure seu Timer com Interval de 50. Pegue a DLL pmtg.dll e copie para sua aplicação. Eu disse copie! Você não conseguirá aplicar Reference sobre ela. Clique com o botão direito sobre a DLL e escolha Properties. Em Copy to Output Directory coloque Copy Always.



Agora vamos ao código! Clique sobre o WinForm e escolha View Code. Cole os códigos abaixo para que possamos usá-las no form:


        // VARIÁVEIS
        IntPtr v_Hwnd;
        int statusCard;
        int statusSerial;
        int MsgReceiveData = 1;
        string[] dados = new string[255];


        // INICIALIZAÇÃO DE FUNÇÕES EXTERNAS
        [DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
        public static extern int mt_startserver(IntPtr mywhnd, int conecmsg, int commumsg);
        [DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
        public static extern void mt_finishserver();
        [DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
        public static extern int mt_getkey(int id, StringBuilder str);
        [DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
        public static extern int mt_backspace(int id);
        [DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
        public static extern int mt_dispstr(int id, string str);
        [DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
        public static extern int mt_dispch(int id, char ch);
        [DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
        public static extern int mt_dispclrln(int id, int lin);
        [DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]]
        public static extern int mt_gotoxy(int id, int lin, int col);



Em seguida adicionamos as duas funções primordiais: início (quando carregar o formulário) e término (quando fechar o formulário):


        private void MicroTerminal_Load(object sender, EventArgs e)
        {
            v_Hwnd = this.Handle;
            statusCard = 0;
            statusSerial = 0;
            if (mt_startserver(v_Hwnd, 0, MsgReceiveData) == 1)
            {
                temporizadorLista.Enabled = true;
            }
            else
                MessageBox.Show("Não foi possível carregar os módulos de conexão à leitora!");
        }



        private void MicroTerminal_FormClosed(object sender, FormClosedEventArgs e)
        {
            temporizadorLista.Enabled = false;
            mt_finishserver();
        }



Lembrando que esses eventos devem estar configurados (não é apenas copiar e colar o código, lembra? deve-se indicar lá em Events do Form). Com isso, ao fazer o primeiro teste, sua aplicação já estará recebendo dados do microterminal. Em seguida devemos adicionar um evento Tick ao Timer. Ou seja, a cada 50 milisegundos (lembra que colocamos com esse valor) irá ser executado um determinado método.

Antes disso vamos criar um método que irá limpar a tela do microterminal e reiniciar os dados de entrada:


                 private void ReiniciaEntrada(int i)
        {
            // Limpa as duas linhas e o que foi armazenado
            dados[i] = "";
            mt_dispclrln(i, 1);
            mt_dispclrln(i, 2);
            // Coloca o cursor na primeira linha e prepara o display
            mt_gotoxy(i, 1, 0);
            mt_dispstr(i, "Numero: ");
            mt_gotoxy(i, 2, 0);
        }


Enfim adicionamos o código que irá ler temporariamente cada leitora conectada à rede e coletar/processar os dados de acordo com o que desejar. No meu caso deixei o seguinte:


        private void temporizadorLista_Tick(object sender, EventArgs e)
        {
            StringBuilder rntStr = new StringBuilder();
            int i = 0;
            // Loop em toda faixa de Ips úteis: cada leitora conectada na rede
            while (i < 255)
            {
                // Captura algo do teclado
                if (mt_getkey(i, rntStr) == 1)
                {
                    string chrAsHex = ((int)rntStr[0]).ToString("x");
                    // Entrada do display caso seja um número
                    if ((chrAsHex == "3030") || (chrAsHex == "30") || (chrAsHex == "31") || (chrAsHex == "32") || (chrAsHex == "33") || (chrAsHex == "34") || (chrAsHex == "35") || (chrAsHex == "36") || (chrAsHex == "37") || (chrAsHex == "38") || (chrAsHex == "39"))
                    {
                        if (dados[i].Length >= 20)
                            dados[i] = dados[i].Substring(0, 19) + rntStr[0];
                        else
                            dados[i] += rntStr[0];
                        mt_dispch(i, rntStr[0]);
                    }
                    // Se for um ENTER, dá a entrada na tela para mostrar
                    else if (chrAsHex == "d")
                    {
                        // Captura e trata a entrada
                        if (dados[i] != "")
                        {
                            // Faz o processamento do que desejar em dados[i]
                        }
                        // Limpa tela
                        ReiniciaEntrada(i);
                    }
                    // Se for um ESC, apaga tudo
                    else if (chrAsHex == "1b")
                    {
                        // Limpa tela
                        ReiniciaEntrada(i);
                    }
                    // Se for backspace apaga último caractere do display
                    else if (chrAsHex == "8")
                    {
                        if (dados[i].Length > 0)
                            dados[i] = dados[i].Substring(0, dados[i].Length - 1);
                        mt_backspace(i);
                    }
                    // Se apertar * toca o som
                    else if (chrAsHex == "2a")
                    {
                        // Toca um sonzinho... depois publico o código de tocar som!
                    }
                }
                i++;
            }
        }


Feito! Rode sua aplicação e digite algo no teclado do microterminal e verá que o que está sendo digitado está indo tanto para a aplicação quanto para o display (no microterminal). A saída seria algo do tipo:


Se precisar de saída na tela crie um outro WinForm que ocupe toda tela (sua) e captura o que está no display do microterminal. Assim é mais fácil! Ou faça do jeito que sua imaginação mandar! O mais difícil já passou...

Para quem quiser capturar os IPs de cada microterminal, utilize os métodos:


[DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
public static extern TTABSOCK mt_connectlist();

ou


[DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
public static extern StringBuilder mt_ipfromid(int id);



Nessas funções tem algumas particularidades muito chatinhas de se trabalhar (veja no manual das funções) por isso deixei de lado. Principalmente a classe:


    [StructLayout(LayoutKind.Sequential)]
    public struct TTABSOCK
    {
        [MarshalAs(UnmanagedType.ByValArray, SizeConst = 255)]
        public UInt32[] TSOCK;
    }


Quem quiser se aventurar nela, fica aí a dica. Esse artigo merecia até uma vídeo-aula, mas a preguiça às vezes é muito forte! É até legalzinho ter esses desafios, mas às vezes se torna muito chato quando não consegue. Enfim, quanto menos se estressar, melhor! Então tente usar as implementações que já a Gertec já disponibilizou, caso não queira aventurar, a menos que precise de algo mais específico.
Falar que nem Marcoratti: "eu sei, é apenas ASP.NET, mas eu gosto!"

15 comentários:

Paulo Roberto disse...

Bom artigo! Explanou algumas questões no desenvolvimento de software para esse tipo produto.

Anônimo disse...

Parabéns pelo Post.

Maurício Cabrera
Coodenador Engenharia de Aplicações Gertec

Anônimo disse...

Bom post! Parabéns...

Srta-Eli disse...

Olá!
Parabéns pelo post.

Eu estou tentando fazer essa proeza com Java, e estou tendo erros na hora de criar a Struct TTABSOCK.
Será que você sabe alguma maneira de me ajudar?

Obrigada!

Thiago Marçal disse...

Eli,

Como disse, tentei fazer a struct para o TTABSOCK contudo ela não funcionou quando referenciado pela DLL. Como não tive tempo de dar continuidade e fazer uma análise mais detalhada, parei o artigo nessa parte. Mesmo que a estrutura esteja certa pode ser algum detalhe que não estamos vendo que pode estar dando erro na hora de fazer a conversão da mesma estrutura que está na DLL com a que desenvolvemos. Se tiver sorte na geração dessa estrutura, nos envie para que publiquemos aqui.

Anônimo disse...

Muito bom post! Gostei da solução.
Mas tenho uma dúvida: se eu tenho mais de 1 terminal tem alguma ideia de como posso fazer pra evitar conflitos e separar os dados vindos de cada um?

Estevam

Thiago Marçal disse...

Estevam, para mais de um você tem duas soluções:
1) usar lock para bloquear o acesso individualmente
2) conhecendo o ip, adicionar ifs para trabalhar com seus dados separados
Veja também que há um loop até 255 na implementação onde percorro toda a faixa de ips na rede localizando os terminais. Na função mt_getkey(i, rntStr), por exemplo, o i corresponde à posição que um terminal está naquele momento. Logo só irei trabalhar com ele.
Essa é uma forma de trabalhar separada. Não sei como é seu negócio mas creio que a função, como está, já pode lhe ajudar.

Anônimo disse...

Valeu. Obrigado pela resposta. Estou seguindo sua sugestão e usando um timer pra cada terminal, filtrando pelo id (ou pelo ip). Acho que vai dar certo.

Obs.: também estou tendo problemas com o TTABSOCK - usado por mt_connectlist. Como tem mais gente tendo problemas com isso, segue o que consegui até o momento:

[declarações]

[DllImport("pmtg.dll", CallingConvention = CallingConvention.StdCall, SetLastError = true)]
public static extern IntPtr mt_connectlist();

[StructLayout(LayoutKind.Auto)]
public struct TTABSOCK
{
[MarshalAs(UnmanagedType.ByValArray, SizeConst = 255)]
public byte[] TSOCK;
}
public TTABSOCK tabcon;

[...]
[execução]:

IntPtr ptr;
terminaisListBox.Items.Clear();
ptr = mt_connectlist();
tabcon = (TTABSOCK)Marshal.PtrToStructure(ptr, typeof(byte[]));

Mas ainda estou com erro de AccessViolationException. Alguma ideia?

Estevam

Thiago Marçal disse...

Estevam, já me relataram vários problemas quando utilizada essa classe. Também tive alguns probleminhas com ela. Cheguei a utilizá-la mas de forma simplória. Esse erro é quando tenta ler ou gravar em memória que não foi alocada/não tem acesso.
No caso deve ser quando tenta invocar a estrutura vinda da DLL na qual são "diferentes" (seu uso), ou seja, a estrutura da TTABSOCK.
Veja mais detalhes do erro no link: http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/system.accessviolationexception.aspx

Anônimo disse...

Caso alguém mais tenha problemas com TTABSOCK e alguns métodos da DLL pmtg da Gertec:

Usando a ferramenta P/Invoke Interop Assistant (disponível na internet), consegui gerar as assinaturas corretas:

public partial class NativeMethods
{
[System.Runtime.InteropServices.StructLayoutAttribute(System.Runtime.InteropServices.LayoutKind.Sequential)]
public struct TTABSOCK
{
/// DWORD[255]
[System.Runtime.InteropServices.MarshalAsAttribute(System.Runtime.InteropServices.UnmanagedType.ByValArray, SizeConst = 255, ArraySubType = System.Runtime.InteropServices.UnmanagedType.U4)]
public uint[] ip;
}

/// Return Type: int
///ID: int
///String: BYTE*
///OnOff: BOOL->int
///PassWord: BOOL->int
[System.Runtime.InteropServices.DllImportAttribute("pmtg.dll", EntryPoint = "mt_seteditstring", CallingConvention = System.Runtime.InteropServices.CallingConvention.StdCall)]
public static extern int mt_seteditstring(int ID,
ref byte String,
[System.Runtime.InteropServices.MarshalAsAttribute(System.Runtime.InteropServices.UnmanagedType.Bool)] bool OnOff,
[System.Runtime.InteropServices.MarshalAsAttribute(System.Runtime.InteropServices.UnmanagedType.Bool)] bool PassWord);
[System.Runtime.InteropServices.DllImportAttribute("pmtg.dll", EntryPoint = "mt_connectlist", CallingConvention = System.Runtime.InteropServices.CallingConvention.StdCall)]
public static extern void mt_connectlist(ref TTABSOCK tab);


/// Return Type: char*
///oip: DWORD->unsigned int
[System.Runtime.InteropServices.DllImportAttribute("pmtg.dll", EntryPoint = "mt_inet_ntoa_inv", CallingConvention = System.Runtime.InteropServices.CallingConvention.StdCall)]
public static extern System.IntPtr mt_inet_ntoa_inv(uint oip);
}

Aqui funcionou!

Thiago Marçal disse...

Anômino (depois envie seu nome),
Obrigado pela contribuição. No momento estou sem o aparelho... Logo que tiver irei testar e alterarei o post adicionando o que você me enviou.

Anônimo disse...

Desculpe, esqueci de assinar. Se eu conseguir mais alguma coisa, posto aqui.

Estevam

Thiago Marçal disse...

Estevam,

Pronto! Está registrado. Obrigado...

Anônimo disse...

Amigo, seu post foi de suma importância para varias pessoas, gostaria de saber se você não quer fazer essa mesma coisa com um outro modelo de microterminal da marca Willtech, pois o produto não tem dll e trabalha com protocolo VT-100.

Thiago Marçal disse...

Olá Anônimo, que bom que o post serviu. Para implementação do modelo da Willtech, há dois exemplos no site http://www.willtech.com.br/downloads/ mas que é em Delphi. Na comunicação usa-se TCP/IP para envio das mensagens e usa Socket para isso. Poderia implementar nas escuras mas não teria como testar pois precisaria adquirir o produto. Nesse artigo, fiz a implementação pois o cliente forneceu o aparelho.
Então veja se consegue converter a implementação em Delphi para C#. Não parece ser dificil, pois Delphi é semelhante a Pascal e com VB. Só são chatinhas algumas funções nesse meio...

Postar um comentário